Web Analytics

domingo, 12 de abril de 2015

Sistema de Apostas Martingale

Ao longo da história o Homem sempre foi fascinado pelo mundo do jogo. As possibilidades de ficar rico do dia para noite já seduziram milhões ao longo dos séculos. E na busca por vencer a banca, surgiram os chamados “sistemas de apostas”. Hoje mostrarei um deles.
Da mesma maneira que o mundo do jogo seduz, no mercado financeiro temos o mesmo efeito ocorrendo. Fortunas são feitas e desfeitas em meses, semanas, minutos, segundos. Na busca por “vencer o mercado” o homem sempre buscou estudar e inventar técnicas que o pudessem fazer vencer o mercado, assim como os jogadores criaram sistemas para “quebrar a banca”.

Muito da estatística foi criada por matemáticos fascinados pelo jogo. Às vezes nem com a intenção de ganhar, mas pode apostar que teve muita gente correndo atrás do Cálice Sagrado.
Hoje vou falar do Sistema de Apostas conhecido como Martingale. Apesar de ser um sistema de apostas, a ideia por trás é uma gestão financeira, buscando ganhos. Entender este fenômeno pode, a princípio, não ter nada a ver com o Mercado Financeiro. O que é um ledo engano. As estratégias aplicadas e conhecidas nos “Sistemas de Apostas” podem ser perfeitamente adaptadas ao Mercado Financeiro e na gestão de carteiras. Entender o seu funcionamento é fundamental para não cairmos em armadilhas futuras.
Os jogos de azar que envolvem apostas  normalmente funcionam com uma aposta inicial. Se o jogador perde, ele perde toda a aposta. Se ganha, ele a multiplica por um valor. Em termos mais práticos, ao perder ele toma um prejuízo de -100%. E ao vencer ganha +X%.
Imaginando um jogo justo de cara ou coroa, onde ao ganhar você ganha R$ 10,00 e ao perder você perde R$ 10,00.
Após jogar milhares de vezes, quanto é esperado que o jogador tenha? Estatisticamente falando, ele deve estar muito perto do zero.
No entanto, por vários períodos o valor estará negativo ou positivo. E a ideia aqui é “acertar o timing”.
O sistema martingale, grosso modo, é simples: se você perde, você dobra a aposta. Você faz isso até ganhar. Imagine o jogo de moedas: ao ganhar dobra, ao perder perde a aposta.
Imagine uma sequência de 4 apostas: cara, coroa, coroa, cara. Cara o jogador ganha, coroa ele perde. Sua aposta padrão é $100.
Cara - Começa ganhando, vai para $200. Apostará $100.
Líquido: +100
Coroa – Perde $100 e fica com $100. Agora apostará o dobro ($200), pois perdeu.
Líquido: -100
Coroa – Perde $200 e agora já está negativo em -$100. Dobra novamente para $400.
Líquido: -200
Cara – Ganha e dobra os $400 para $800.
Líquido: +400
Total líquido: +100 – 100 – 200 + 400 = +200
Ou seja, o jogador conseguiu dobrar a aposta inicial.
E qual a ideia? Você vai aumentando cada vez mais sua posição. Por quê? Já que os ganhos são percentuais, então posições maiores irão recuperar várias somas de posições absolutas menores que deram erradas anteriormente. Mas para isso uma coisa vital precisa acontecer: você precisa acertar.
Este tipo de estratégia é muitíssimo parecida com uma já velha conhecida dos investidores: o famoso preço mérdio médio.
A história é a mesmíssima. Quanto você “perde” (ou seja, o ativo que você comprou CAI), você vai e AUMENTA sua posição nele. Por quê? Pois aí o tal “preço médio” fica abaixo daquele preço inicial de compra.
Basicamente falando, são estratégias praticamente idênticas. E, de fato, você pode utilizar a mesma no Mercado Financeiro. Inclusive, uma estratégia adaptada é conhecida como Método dos Aportes Dobrados, que inclusive foi simulada recentemente pelo Além da Poupança. Você pode conferir aqui.
Esta estratégia, do Martingale, não é adequada ao Mercado Financeiro (e muito menos ao mercado e apostas). O problema grave dela é: risco de quebra. Como visto no próprio exemplo acima, logo na 3ª rodada o nosso jogador ficou no negativo. No mundo real ele não poderia continuar jogando, ou teria que pegar dinheiro emprestado (e pegar juros), arriscando novamente perder tudo, afinal de contas, os eventos são independentes.
Baseado nisso, você pode estar pensando: “Ah, é só não apostar tudo.” Se você colocar apenas 1% do seu capital em risco neste jogo, seriam necessárias seis rodadas seguidas de azar para você já não conseguir aplicar a técnica (começando com 100k, na 7ª rodada você precisaria apostar 64k, mas o seu capital disponível seria de apenas 37k).
E agora você pode estar pensando: “Ah, mas errar 6 vezes seguidas é muito azar!”. Bom, não é tanto. Se você fosse utilizar isso ao longo da vida, teria que jogar centenas, milhares de vezes. E quanto mais você joga, maior a possibilidade ter uma sequência de 6 perdas seguidas. De fato, se fosse o jogo da moeda (50% chance), a probabilidade seria de (1/2)^6 = 1,56%. É baixo, mas longe, bem longe do impossível. Pode acontecer com qualquer um.
Este problema remete ao mesmo problema de fazer preço médio de um ativo que está sempre caindo. Ambos os sistemas baseiam-se na ideia de que, em algum momento, você irá ganhar (ou seja, o ativo vai ficar acima do preço médio). O que na prática não é real. Você simplesmente não tem como saber o que irá ocorrer no futuro e, por consequência, quais informações irão afetar o desempenho dos papeis e, também consequentemente, não dá pra saber o preço do ativo. Ou seja, fazer preço pra baixo é um exercício de fé.
Recentemente, nosso amigo Uó “quebrou” utilizando exatamente a mesma técnica. Sua estratégia é praticamente idêntica ao sistema martingale. Quando ele acerta o movimento do mercado, ele realiza o lucro rápido e rasteiro. Mas quando erra o movimento, ele vai aumentando a posição cada vez mais na direção errada, contando, (com muita fé) que o mercado irá virar e ele poderá pelo menos sair no “zero a zero”. Para vocês terem noção da loucura que é isso, nosso amigo começou com 1 contratinho de mini-índice e chegou a incrível posição de 100 contratos!!!!!!!! Vocês têm noção do que ele poderia ter perdido se tivesse mais 1 hora de queda e com respectivo aumento de posição?
Isso é loucura! Um investidor nunca pode se expor a uma situação de quebra.
O sistema martingale é exatamente isso: existe a possibilidade de quebra em troca de um lucro nem tão alto assim (por vezes, ridículo). Ou seja: jamais o utilize!
Da mesma maneira, o Método dos Aportes Dobrados, pode não ser adequado. Se o ativo não voltar e continuar caindo, você está simplesmente “porrando” de aportes em algo que está derretendo, enquanto poderia estar aportando em algo que está subindo constantemente (como a renda fixa).
Bom, galera, é isso. Apesar de ser um sistema criado no mundo jogo, note que seus princípios se aplicam e são utilizados incorretamente no mercado financeiro.
Abraços a todos!
OBS - Se raciocinarmos bem, deveríamos refletir: talvez não fosse mais inteligente fazer ao contrário? Se o ativo começar a cair, eu diminuo minha posição nele e se ele começa a subir eu aumento?Sim, pensaram nisso e criaram o Sistema Anti-Martingale, do qual falarei num próximo post.


51 comentários:

  1. O que achar de usar esse sistema com um limite. Por exemplo: Começo aportando 0,1% do meu patrimônio, compro dobrado qdo cair até atingir 1% do meu patrimônio.

    Lembrando que teria um análise prévia da ação.

    Para pensar: Quantas empresas deram perda de 100% nos últimos 12 meses? Quantas dessas davam lucros anualmente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, vc chegou a fazer as contas do que propôs? Não esqueça que na medida que vc perde, seu patrimônio diminui e a sua aposta dobra. Isso leva a um crescimento exponencial da alocação percentual.

      Considerando as quedas de 100%, na 4a situação vc já estaria apostando 0,81% e na 5a já estaria expondo 1,62%, sendo que o patrimônio final estaria 1,5% abaixo do inicial.

      Para pensar: Petrobras tem apresentado lucro anualmente e caiu 60% desde a capitalização.

      Excluir
  2. Dimarcinho,

    Se prepara que vai vir comentários complicados...

    Eu concordo com você com relação ao preço médio... Já me ferrei com ele certa vez, mas hoje não mais.
    Mas como eu sempre digo, nem sempre a nossa ideia de certo pode ser a mesma de outras pessoas... Existem investidores que não olham preço, estão eles errados? De maneira nenhuma, assim como tem outros que gostam de fazer trades, ou os que utilizam tarô, ou clima para falar se o ativo vai cair ou não.

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Estagiário,

      A questão é a seguinte: como que investidor irá proteger seu capital aportando em algo que está caindo sistematicamente?

      E outra: discordo quando vc fala a questão do certo/errado. Vc deixa a entender que não existe isso, de onde discordo.

      No mercado financeiro existe muita coisa que já concluímos que não funciona, ou seja, seria o tal "errado". Já o que funciona bem? Ninguém sabe ainda.

      []s!

      Excluir
  3. Dimarcinho, obrigado pela referência. Bela postagem.
    O problema dos aportes frequentes é que o aporte é feito em uma empresa que está derretanto por má operacionalidade. Com os aportes dobrados a situação complica ainda mais pois o investidor dobra o aporte. Tem que ficar de olho pois o método possui suas falhas graves, assim como qualquer um.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, AdP!

      Concordo em parte; motivos externos também podem levar o preço a cair. Claro que uma queda sistemática deverá ser fruto de uma má operacionalidade também sistemática ou a economia como um todo indo pro buraco.

      E como vc bem colocou, nenhum método é perfeito. Mas existem vários métodos que são suicídio (como o que o Uó praticou).

      []s!

      Excluir
  4. Parce que o problema maior das apostas é psicológico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. O tal do "recuperar" o prejuízo.
      Eu aposto em sites de jogos online. Só futebol e basquete. Minha aposta máxima corresponde a 5% do capital depositado no site.
      Se perco uma aposta, só volto para o site no dia seguinte, para evitar realizar aposta com o psicológico abalado.
      Aposto mais por diversão, não pretendo, nem acredito que alguém fique rico com isso.
      Após 6 anos apostando, tenho um lucro ínfimo de 459 reais. kkkkkkkkk
      Mas poderia estar bem pior, se eu tentasse recuperar aposta perdida.

      Excluir
    2. Jogo na Bet365 anon,e toda semana pago um novo boleto de 20 reais por causa do bendito psicológico kkk

      Excluir
  5. Você está certo, mas não se pode inferir que o mercado de ações é um jogo de cara ou coroa. Extrapolar o exemplo para o mercado de ações é muito leviano. Isso porque o valor de uma empresa tem uma expectativa, portanto decorrendo um prazo, e em se tratando de uma empresa que já passou pelo crivo do investidor no que tange os fundamentos, há uma expectativa positiva.
    Funcionaria como uma moeda ou um dado viciado.
    Existirão empresas que, como o exemplo da petrobrás, vão quebrar a metodologia. Mas isso não quer dizer que o investidor errou.
    É como no pôquer, se vc sair com um AA, e der all in contra um adversário no pré flop, vc tem 80% de chance de ganhar, isso não quer dizer que vc vai ganhar sempre, mas se fazer isso sistematicamente, a expectativa é positiva.
    E porque eu disse que vc está certo??
    Porque dobrar a aposta é um conceito absurdo e fere todos os preceitos da gestão de risco, também porque o mercado é completamente aleatório e depende de muitos fatores. (como se no poquer vc com AA jogasse contra 6 jogadores, a sua chance de ganhar cai drasticamente).
    A verdade é que o mercado é altamente complexo.
    A verdade é que o resultado de um investidor é completamente aleatório.

    Mesmo não concordando com a extrapolação do martingale, concordo que aplica-lo é completamente insano.
    E que mesmo se houver uma expectativa positiva numa empresa, o acerto nessa empresa será um resultado será altamente aleatório

    Excelente post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Contraditório...

      Começa com mercado de ações não é cara ou coroa, mas logo em seguida fala em conceito de expectativa positiva, regras de pôquer e que o resultado de investidores é aleatório. Se as idéias sugeridas (expectativa, aleatoriedade, poquer, etc..) se aplicam, então os conceitos do "cara ou coroa" também se aplicam.

      E vamos resumir: martingale não tem nada a ver com as relações de análise de um investimento como vc sugere. Trata-se simplesmente de um sistema de apostas que pode ser transportado pra gerenciamento de investimento. Gerenciamento é uma coisa.... E anáilise, decisões ou escolhas de investimento são outra. Que por incrivel que pareça, martingale ainda é muito usado por investidores leigos como tb por muitos inescrupulosos vendedores de tradesystems.

      Excluir
    2. Obviedades e falta de interpretação.
      A história do pôquer foi apenas uma alusão. Com certeza regras do pôquer não se aplicam ao mercado de capitais. Mas é infinitamente mais próxima do que cara ou coroa, pois existe uma expectativa positiva. O próprio autor citou em seu texto que se vc jogar cara ou coroa a probabilidade de acerto ao longo das jogadas é de 50% e de erro de 50 %, ou seja expectativa zero. Um AA contra outro jogador tem uma expectativa positiva.Repetindo: o exemplo do pôquer foi só uma alusão.
      Isso não é tão difícil de compreender.

      "E vamos resumir: martingale não tem nada a ver com as relações de análise de um investimento como vc sugere. Trata-se simplesmente de um sistema de apostas que pode ser transportado pra gerenciamento de investimento. Gerenciamento é uma coisa.... E anáilise, decisões ou escolhas de investimento são outra."

      Errado...

      Vc preferiria fazer martingale com OGX, ou com Ambev? Lembre-se não é um cara e coroa... Ogx tem expectativa negativa e Ambev expectativa positiva.

      Mas, não estou defendendo martingale, espero não ter que repetir isso.

      "Que por incrivel que pareça, martingale ainda é muito usado por investidores leigos como tb por muitos inescrupulosos vendedores de tradesystems."

      concordo completamente.

      Excluir
    3. Entendo... Entendo...

      Bem, seilá, mas acho que vc deve procurar se aprofundar mais sobre o que seja expectativa matemática, rs

      Parece - do ponto de vista da minha péssima capacidade interpretativa - que pra vc expectativa matematica negativa é sinomino de probabilidades de um ativo que "pode" cair de preço e expectativa matematica positiva é sinomino de probabilidades de um ativo que "pode" subir de preço. Bem, não é por aí. Ou seja, vc está misturando E.M. com sua "análise" sobre tendencias de ativos (ogx e abev).

      E o post cita probabilidade de 50/50 para um moeda: "Imaginando um jogo justo de cara ou coroa" (extraido do post). Claro, se vc conhece o básico do tema, sabe o significado conceitual de "justo" pra uma moeda. E isso isolado (probabilidade 50/50) não define se a EM de um sistema de trades ou de um simples jogo é, foi ou será zero, positiva ou negativa....

      Agora essa que as regras de pôquer são infinitamente mais próximas do mercado que o cara ou coroa... Só se for por conta das técnicas de blefe. Realmente em cara ou coroa não dá pra blefar....

      Excluir
    4. Sim, está havendo uma mistura entre expectativa e decisão por parte do anon 20:15. São coisas bem distintas.

      Excluir
  6. O que é expectativa matemática?
    Podemos definir de maneira simples a expectativa matemática como “o resultado médio esperado de uma operação feita repetidas vezes sob as mesmas condições”. A EXPECTATIVA MATEMÁTICA pode ser POSITIVA, NULA ou NEGATIVA.
    Mas é por isso que vcs perdem dinheiro na renda variável .rs. Renda variável não é estritamente matemático. Uma empresa não é um jogo de cara ou coroa.
    Usar martingale para cara ou coroa é uma coisa, em renda variável é outra. (novamente: também prejudicial)
    Claro que tem que mesclar. Senão é melhor jogar cara ou coroa. O ativo base é diferente. Não dá pra extrapolar. Não acredito que eu estou discutindo isso, é conceito muito simples.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual o seu embasamento para dizer que "uma empresa não é um jogo de cara ou coroa" ?

      Excluir
    2. É tem razão.... Vc está perdendo um tempo enorme aqui, rs

      E ainda mais agora depois que vc adivinhou: "Mas é por isso que vcs perdem dinheiro na renda variável .rs." Claro, esse elemento psicografado por vc, é fundamental pra conseguirmos apreciar a salada mista que vc "mesclou"!

      Só estou um pouco constrangido de ler: "Usar martingale para cara ou coroa é uma coisa, em renda variável é outra".

      Se o uso do sistema de apostas martingale é uma coisa pra cara ou coroa e outra pra renda variável - pelo menos pra mim - significa que vc entende que a aplicação de martingale deva ser "mais bom" pra um ou "mais ruim" pro outro.

      Momento sinceridade? Vc está fazendo uma miscelânea confusa com diversos conceitos e compreensões distintas como expectativa matemática, processos aleatórios, sistemas de apostas, análise de ativos e metodologias operacionais (setup), etc... E claro, vc não vai admitir, rs. Mas fica a dica.

      Excluir
    3. Pois é.

      Essas aparentes diferenças que, a princípio parecem ser sutis, depois de realmente compreendidas mostram-se que os temas em questão são completamente distintos.

      Com um pouquinho de esforço nosso amigo conseguirá entender...

      Excluir
    4. Acho que não. Segundo suas próprias palavras, ele tem profundo conhecimento pacífico sobre os temas:

      "Não acredito que eu estou discutindo isso, é conceito muito simples"

      Mas segundo aprendi em muitos batepapos sobre finanças em web: "não existe certo ou errado"; "todas as escolhas levam ao sucesso, só depende de você"... E por aí vai a ladainha de frases de efeito que nos reconfortam com falsas sensações de controle ou ilusões de sabedorias. A banca agradece que pensemos assim...

      Excluir
    5. Meu Deus Jonas como vc é burro. rs, sem ofensas.
      A sua argumentação é baseada em distorcer o que os outros falam.
      Vou desenhar pra vc:
      Cara ou coroa - expectativa nula - usando martingale ao longo prazo vc zera..
      Cara ou coroa, se vc ganhar, ganha 100% , se perder, perde 10% - Um exemplo de expectativa extremamente positiva, usando martingale ou qualquer outro método vc ganha ao longo das jogadas. Mas usar martingale seria uma atitude muito pouco inteligente nesse caso.
      - Huurr, durrr não pode misturar as coisas, hurrr
      - Hurr uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, durr

      Como eu já sei, a limitação do seu raciocínio, vc vai dizer:
      -"hurr, durr quem me garante que a ação vai subir 100%, hurr"

      Por isso eu vou ter que falar o óbvio: é só um exemplo.

      Excluir
    6. Risos...

      Só pela mania repetida de comparar pôquer com renda variável já dava pra ver quem era. Mas agora que se irritou e me chamou de jonas ficou evidente, rs

      Agora vamos admirar o seu belo desenho.....

      "Cara ou coroa - expectativa nula - usando martingale ao longo prazo vc zera.."

      Não, rs. Quando vc somente cita cara ou coroa (desde que numa moeda justa), vc só está referindo apenas a probabilidade 50/50. A expectativa somente será zero "se" vc define o valor do gain = valor loss.

      E o que o fato de usar martingale nessa hipotese tem a ver com o assunto? Nada, rs

      Probabilidade ((de um evento)) é uma coisa.....
      Expectativa matemática ((sobre um conjunto eventos e suas probabilidades)) é outra coisa....

      Agora, tio, isso aí que vc escreveu:

      "Cara ou coroa, se vc ganhar, ganha 100% , se perder, perde 10% - Um exemplo de expectativa extremamente positiva,"

      Tá bunito, nada contra o seu exemplo. Aliás é ótimo exemplo! rs

      Mas aí vc me sai com essa:

      "usando martingale ou qualquer outro método vc ganha ao longo das jogadas. Mas usar martingale seria uma atitude muito pouco inteligente nesse caso."

      Tio, risos, porque seria "muito pouco inteligente nesse caso" se vc mesmo afirma que se "ganha ao longo das jogadas" nesse seu exemplo com expectativa positiva?

      Tá muito distorcido o que eu li ou que vc escreveu?

      =8^O

      *****

      Marcio, escreve aí: quando ele ler o seu texto explicando a "novidade" sobre como funciona o anti-martingale, com certeza, ele vai cair de quatro e te agradecer afirmando que vc revelou pra ele o Santo Graal.... kkkkk



      Excluir
    7. Meo deos

      "Não, rs. Quando vc somente cita cara ou coroa (desde que numa moeda justa), vc só está referindo apenas a probabilidade 50/50. A expectativa somente será zero "se" vc define o valor do gain = valor loss."

      Obvio que estava subtendido o valor do gain = valor loss, nesse primeiro exemplo. Está perdendo o argumento e novamente está tentando distorcer,rs
      Muito feio esse tipo de apelação, vc usava bem isso nas discussões com o Soul, né.
      Ou eu vou precisar mastigar cada linha de raciocínio.

      "Probabilidade ((de um evento)) é uma coisa.....
      Expectativa matemática ((sobre um conjunto EVENTOS e suas PROBABILIDADES)) é outra coisa...."

      De verdade, reflita sobre o que vc acabou de escrever. Por favor, reflita.

      EV = (média de ganhos * valor médio de ganhos) + (média de perdas * valor médio de perdas)

      Tanto a média de ganhos como a média de perdas, se trata de PROBABILIDADE.

      Só no fantástico mundo do Jonas, uma coisa não tem nada a ver com a outra.
      Está em dúvida ainda né, rs . Está difícil acompanhar?

      Releia a seguinte frase:

      "Probabilidade ((de um evento)) é uma coisa.....
      Expectativa matemática ((sobre um conjunto EVENTOS e suas PROBABILIDADES)) é outra coisa...."

      e reflita novamente. Use o tempo que for preciso. rs.

      Tio, risos, porque seria "muito pouco inteligente nesse caso" se vc mesmo afirma que se "ganha ao longo das jogadas" nesse seu exemplo com expectativa positiva?

      Essa eu deixo pra vc, vamos lá, não é muito difícil.

      Mas para encerrar essa conversa, eu admito: vc está completamente certo, eu estou errado, porque eu misturei tudo, a não pode misturar. rsrs.

      Excluir
    8. Refleti bastante e cheguei a seguinte conclusão:

      Quando alguém se atrapalha na próprio rolo e pede pro outro "refletir" ao invés de apresentar contra-argumentos plausíveis é porque está numa sinuca de bico, rs

      PS 1 - "subentendido" e não "subtendido":
      http://duvidas.dicio.com.br/subentender-ou-subtender/

      PS 2 - outro detalhe: enunciado incompleto ou mal formulado não é sinônimo de elementos subentendidos. Mesmo no simples cara ou coroa é possível ""subentender" 3 expectativas distintas, doutor troleta...

      Excluir
    9. Ok, cometi um erro de português, pois para não perder tempo digito rapidamente. Erro meu, me desculpe professor Pasquale. rs.
      Conclusão: você está certo, pois eu errei uma palavra.
      Esses são seus contra argumentos plausíveis, rs.

      Excluir
    10. Não tem mais, rs

      Veja mais essa que vc escreveu:

      "Tanto a média de ganhos como a média de perdas, se trata de PROBABILIDADE."

      Essa de "média de ganhos" ser interpretado (ou forçadamente subentendido...) como "probabilidade" nem o Turing ia conseguir decifrar. Já que uma coisa é linguagem criptografada... E outra coisa é linguagem pra lá de distorcida, rs

      Tá ficando plausível ou já tá bom? Porque tem mais....

      Excluir
    11. Ah, e aonde se lê "forçadamente", eu deveria ter escrito de "de maneira forçada", rs

      Excluir
    12. Ah.... rs

      E eu escrevi "forçadamente" por gafe mesmo. E não por CULPA da minha habilidade em digitar bem "dirrapidinho"..... kkkkkkkkkkk

      Excluir
    13. Vamos estudar??, está ficando feio pra vc Jonas, vc quer defender o indefensável . rs:

      Então médias de ganho não se trata de uma probabilidade? tsc, tsc. #SQN

      n
      EM= Σ (probabilidade de acerto ou erro i x Valor de ganho ou prejuízo i ).
      i=1

      Mas eu já disse: vc que está certo, e eu estou errado porque eu estou misturando tudo. rs

      Excluir
    14. Como eu tenho que explicar tudo detalhadamente pra vc, devido a sua baixa capacidade cognitiva, rs Entende-se na formula acima que n e i=1 faz parte da somatória.

      Excluir
    15. Não, tio....

      Vamos nos ater ao que vc escreveu (misturou, rs) lá em cima:

      "EV = (média de ganhos * valor médio de ganhos) + (média de perdas * valor médio de perdas)"

      Vamos ao replay no detalhe, Casagrande:

      MÉDIA DE GANHOS * VALOR MÉDIO DOS GANHOS
      MÉDIA DE PERDAS * VALOR MÉDIO DAS PERDAS

      Aonde está escrito "probabilidade de acerto ou erro" na sua fórmula acima? rs
      Ah, já sei: está SUBTENDIDO!!! KKKK

      Levando em conta o que vc escreveu, essa fórmula acima inventada por vc, tb "poderia" ser escrita assim, rs:

      "EV = (média de ganhos ao quadrado) + (média de perdas ao quadrado)"


      Tio Troleta, o senhor tem que pedir socorro ao google pra achar essas respostas antes de soltar a asneira e não depois... ah, e vc esqueceu de colocar a sua fonte, rs:

      http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/blog-da-analise-tecnica/2013/01/25/o-grande-segredo-para-montar-um-sistema-vencedor/

      k-k-k-k-k



      Excluir
    16. O mizifio tem razão,

      essa coisa de ficar "subentendida" não dá. Se não for detalhado, pode-se especular sobre qualquer coisa.

      Quando escreveu:
      "Cara ou coroa - expectativa nula - usando martingale ao longo prazo vc zera."

      "Cara ou coroa" expectativa nula? Cara ou coroa envolvem apenas as probabilidades, não envolvem os valores esperados.

      Então é realmente um erro falar que "cara ou coroa - expectativa nula".

      Pode ser simples, mas precisa ser bem definido.

      Excluir
    17. E o que dizer da fórmula:

      "EV = (média de ganhos * valor médio de ganhos) + (média de perdas * valor médio de perdas)"

      Isso dá pra "subtender" até como uma versão perneta do teorema de pitágoras, rs

      h² = a² + b²

      E depois são os outros que distorcem... O cara extrapola o bom senso.

      Excluir
    18. Vergonha alheia!!!! mas não é pouca.

      Trata-se da mesma fórmula, rs. é uma somatória de fatores.

      Vou desenhar novamente:

      Exemplo: no cara ou coroa a chance de acerto é 50%, e como se calcula que é 50%?? é mágica? não!!! trata-se de uma probabilidade.

      Mas segundo o fantástico mundo do jonas, a expectativa não tem nada a ver com probabilidade. Eu que estou misturando tudo.


      Dimarcinho, vc tem razão eu deveria ter detalhado minuciosamente para o Mizifio.rs

      Apenas usei o exemplo do seu post: ""Imaginando um jogo justo de cara ou coroa, onde ao ganhar você ganha R$ 10,00 e ao perder você perde R$ 10,00.""

      Mas se vcs quiserem usar esse argumento para se defenderem, ok


      Excluir
    19. Tio, muita cauma nessa hora, rs

      Releia com cauma o que o Marcio escreveu:

      "Cara ou coroa envolvem apenas as probabilidades, não envolvem os valores esperados."

      Mas como eu quero o seu bem....
      Não vou te dar o peixe; mas sim ensiná-lo a pescar, rs

      Então ao reler essa frase do Marcio...

      Primeiro peeeeeense....
      E depois refliiiiiiiiiiiiiiiiita....
      Use o teeeeeempo que for preciso...

      https://osaciperere.files.wordpress.com/2011/11/ampulheta1.gif?w=450

      Excluir
    20. obvio que: "Cara ou coroa envolvem apenas as probabilidades, não envolvem os valores esperados."
      Para justificar vc vai argumentar obviedades... não mude de assunto.

      Vc está tentando defender desde o começo que expectativa não tem nada a ver com probabilidade.


      ""Essa de "média de ganhos" ser interpretado (ou forçadamente subentendido...) como "probabilidade" nem o Turing ia conseguir decifrar. Já que uma coisa é linguagem criptografada..."" by Jonas kkkkkk

      Excluir
    21. Então, tio, rs

      Mas NÃO parece que seja tão "óbvio" pro senhor, já que vem e solta cheio de grau (alcoólico, só pode ser...):

      ""Tanto a média de ganhos como a média de perdas, se trata de PROBABILIDADE.""

      (segundo o tio troleta a essência está SUBTENDIDA; leiam com atenção estúpidos! kkk)

      Mas vamos desvelar o tal SUBTENDIDO e demonstra aí pra nós que "média de ganhos" é igual a "probabilidade"

      Exemplo: O cara tem um "ganho médio" de 10 reais.

      E aí? Aonde "obeveamente" (a) está e (b) qual é a probabilidade do dado acima?

      Ah, e vamos repetir a SUA "fórmula", porque com certeza vc vai soltar outro flood pra embaralhar o assunto, rs:

      """EV = (média de ganhos * valor médio de ganhos) + (média de perdas * valor médio de perdas)""""

      Sinceramente. É inacreditável como vc é a prova viva do estrago que o mal uso de informações superficiais copiadas do google provocam, rs. E veja bem: não estou "defendendo" o que vc atribui a mim. Na medida que não é necessário defesa alguma. Tratam-se de definições objetivas: expectativa matemática e probabilidade. Mas vc quer porque quer transformar isso em subjetivo ou SUBTENDIDO. Mesmo assim é divertido. Afinal de contas qual seria a graça de conversar com vc se não fosse vê-lo se contorcendo todo pra tentar pagar uma de sabichão através da fina arte do embromation virtual (no melhor estilo: existe o sistema 1 e o sistema 2 e vc está usando um mais que o outro... hã??) kkk

      ps- e olha que ainda nem conversamos sobre essa sua ouuutra afirmação nonsense sobre E.M. (fora outras..): "Ogx tem expectativa negativa e Ambev expectativa positiva."

      Excluir
    22. Reflita novamente, porque vc está passado vergonha Jonas:

      ""Tanto a média de ganhos como a média de perdas, se trata de PROBABILIDADE.""

      SIM, COM CERTEZA. - é tão difícil entender isso????

      E pela última vez eu vou desenhar pra vc:

      Na formula : """EV = (média de ganhos * valor médio de ganhos) + (média de perdas * valor médio de perdas)""""

      Média de ganho, se refere a probabilidade do evento ser favorável - por ex no cara e coroa 50%, eu sei que é difícil pra vc entender, mas isso é uma probabilidade. ( jogando inúmeras vezes a média de acerto (ou ganho, no caso) será de 50%.
      Vc multiplica esse número pelo VALOR médio de ganhos, que fica SUBTENDIDO, que é o valor que vc vai ganhar caso acerte a jogada. Por exemplo: 10 reais.

      Esse fator, representa isso, é só saber interpretar.

      Huurr durrr probabilidade é uma coisa: taxa de acerto, média de ganhos é outra, hurrr durrr

      Hurrr durrr se não for a mesma palavra eu não consigo raciocinar, hurr, durrr


      Jonas vc tem que passar o resto da vida estudando para querer discutir comigo.

      Seja humilde e admita que vc está errado. Todos nos erramos. Não tente ficar defendendo o indefensável. É matemático.

      Nem quero mais discutir, porque de duas uma:

      - ou vc é muito limitado . rs
      - ou vc está trollando

      Todos acreditam que é a primeira opção.

      Excluir
    23. Ah, tá....

      O interessante é que vc SEMPRE é muito preocupado com a opinião dos outros, rs
      De que "outros" vc está se referindo?
      Personagens fantasiosos com avatares fakes de web?
      Não acrediiiito..... kkk

      E não. Levando em conta o seu aloprado ponto de vista não é matemático. Na sua opinião a leitura de E.M. é "subjetivo", "interpretativo" ou "subtendido".

      Na medida que vc "rebatizou" percentual de acerto pra "média de ganho" e rebatizou percentual de erro pra "média de perda"! Então é tudo uma simples questão interpretativa.... Vai ver até que os dois dados apesar de distintos são calculadas da mesma forma, né? rs

      Realmente muito bobeira por nada, rs

      Entendi!

      Não existe certo ou errado! Tudo uma questão de interpretação!

      kkk

      Agora relendo a sua "interpretação":

      """Média de ganho, se refere a probabilidade do evento ser favorável - por ex no cara e coroa 50%, eu sei que é difícil pra vc entender, mas isso é uma probabilidade. ( jogando inúmeras vezes a média de acerto (ou ganho, no caso) será de 50%.
      Vc multiplica esse número pelo VALOR médio de ganhos, que fica SUBTENDIDO, que é o valor que vc vai ganhar caso acerte a jogada. Por exemplo: 10 reais."""

      E agora aplico a SUA interpretação na SUA fórmula abaixo:

      """EV = (média de ganhos * valor médio de ganhos) + (média de perdas * valor médio de perdas)""""

      Então já que média de ganho/perda se refere a probabilidade do evento, então eu devo substituir "media de ganho/perda" por "probabilidade do evento", certo?

      Então a SUA fórmula ficará assim:

      EV = (prob. de acerto * valor prob. de acertos) + (prob. de erro * valor prob. de erros)""""


      Obrigado, demorou mas até que enfim vc expeliu mais um pérola, rs


      E sobre aquela sua outra afirmação: "Ogx tem expectativa negativa e Ambev expectativa positiva." Já conseguiu imaginar algo pra explicar como vc conseguiu embolar sua opinião sobre de tendências de ativos com E.M.?

      ps - Troletinha em formato anom, já tá na hora de vc incorporar o seu outro alter-ego de guardião da blogosfeira pra vir aqui te dar uma força.... kkkk

      Excluir
    24. "Realmente muito bobeira por nada, rs

      Entendi! "

      Ufa!!! que bom, vc já estava parecendo um mongoloide, rs.

      Excluir
    25. Isso, troletinha....

      Só te restou no final o de sempre: ofender, rs

      Mas e sobre isso aqui que vc escreveu lá em cima? Já que o post é sobre martingale e não sobre essa sua criativa interpretação subtendida de E.M.:

      "Um exemplo de expectativa extremamente positiva, usando martingale ou qualquer outro método vc ganha ao longo das jogadas. Mas usar martingale seria uma atitude muito pouco inteligente nesse caso."

      Então segundo o seu profundo conhecimento subtendido acerca de sistemas de apostas, rs, o cara "ganha"! Mas é "pouco inteligente"....

      Ehhh.....

      Ass,

      O Mongoloide

      Excluir
  7. O exemplo da moeda é a loteria. Me falaram de um "método da moeda" para escolha de ações. Vai separando as empresas da bolsa na base do cara e coroa - coroa sai e cara fica. Faça até ficar com 5 empresas. O método é absolutamente randonico e sem critério, mas de acordo com o Bastter vence de muito investidor que muda a direção o tempo todo.

    Buffet comenta que deve-se te 5 boas e ficar com elas, sempre enchendo o carrinho da mais barata. Provavelmente meu método tem muita falha, mas me pauto mais ou menos por isto que na verdade fecha com o teu exemplo. Deu cara e perdeu a cotação, dobra a compra.

    grande abraço e por favor, me coloque no seu blogroll. Vou te adicionar no meu blog que estava cheio de teia de aranha, desativado a mais de um ano. Grande abraço

    ResponderExcluir

  8. Levando em conta apenas as manifestações dos comentários, parece que ninguém entendeu o conteúdo e os exemplos do post que apenas busca explicar as implicações do martingale...

    ResponderExcluir
  9. Lembro de um livro interessante que tratava da relação de risco/decisão pelo humano, desde a invenção do sistema numérico até os dias de hoje . Against the gods ( algo como " contra os deuses"). O livro trata de questões de raciocínio matemático que levam a tomada de decisões.
    Outro livro que fala exatamente sobre esse mundos de aposta é o jogador , do dotoievisky, mas ainda não li.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O "psicológico que atrapalha" que estão comentando é na verdade consequência direta de um mau planejamento anterior de como gerir o financeiro.

      Uma alta exposição (visando buscar um alto lucro), sempre carrega consigo também a probabilidade de alto prejuízo o que acaba levando o investidor à instabilidade emocional.

      E é exatamente disso que ele tem que correr. Se ele está instável emocionalmente, é sinal firme de que ele está fazendo alguma coisa errada.

      []s!

      Excluir
  10. Acho que esse caso não se aplica ao mercado de ações.

    Imagina se alguém tivesse feito isso com a OGX?

    Investimento em ações não é aposta cega com chances iguais de ganhar e perder como no cara e coroa.

    Já testei esse sistema na roleta de cassino e funcionou bem. Você só perde se não puder bancar as dobras por algum tempo.

    Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Funcionou bem?!

      Pq vc não continua utilizando para ganhar dinheiro?

      ps - roleta no cassino tem probabilidade de perder acima de 50% (tem o zero e algumas roletas tem o 0 e o 00)

      Excluir
    2. Cada um que aparece...

      Imagine que se existe alguma forma ou sistema com alguma chance de vencer a roleta, muito cassino já tinha quebrado. Ou no mínimo, a mesa da roleta já teria sido banida do recinto há mais de 100 anos, rs

      Excluir
  11. Eu já utilizei esse método para jogar na lotofácil.
    O jogo de 15 números da lotofácil custa R$ 1,5. Se você acertar o mínimo de 11 pontos ganhar R$ 3.
    O que eu fiz? Marquei um jogo de 15 números e quando não era premiado dobrava o jogo.
    Deu até certo, mas dava um trabalho grande e o retorno não compensava. Chegue a ter que marcar 128 em 2 dias após ficar alguns jogos sem ganhar. Eu não sacava os prêmios, pagava os jogos com os bilhetes premiados e as vezes tinha que completar com meu dinheiro. No final de 5 meses eu tinha ganho míseros 384 reais. Muito trabalho pra pouco resultado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, verdade, o Martingale funcionaria se houvesse disponível uma quantidade infinita de dinheiro.

      Excluir
  12. O martingale funcionaria se tivesse uma uma quantidade de tempo dinheiro infinito e tempo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é verdade. Mas na prática isso não existe...

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...